Dev-Blackheart#4

Acredito que falei a maior parte do processo de game design do Blackheart, mas não falei muito sobre o “design do game”, ou seja, da identidade visual e das ilustrações.

Desde o começo eu sabia que seria uma tarefa difícil, mas não achei que fosse ser tanto. O Mutt e eu conversamos muito sobre qual ia ser a ambientação do jogo e pesquisamos bastante para definir detalhes do mundo onde ele se passa e de cada personagem. O difícil foi transmitir isso visualmente numa linguagem coerente. Nesse post vou falar especificamente sobre a colorização.

Não lembro exatamente porque, mas sei que um dia decidimos limitar nossa paleta de cores, inspirados na HQ Casanova, de Fábio Moon e Rafael Bá. Fizemos alguns estudos e acabamos parando em uma paleta extremamente limitada!

Blackheart - Paleta de cores

Isso torna o pensamento na hora de colorir menos intuitivo, mas ao mesmo tempo quebra alguns vícios e padrões que repetimos sempre. Brincar com as cores desse jeito parece uma mágica de vez em quando, pois um mesmo tom que você usa em uma hora para fazer a sombra, em outra você usa para fazer o brilho! A relação entre as cores muda muito de acordo com o contexto, e a paleta que estamos usando, por ter uma variação de saturação muito curta, deixa todas as iluminações bem dramáticas!

braccio_paleta_Rafa_1 braccio_paleta_Rafa_2 braccio_paleta_Rafa_3

teste_cores_personagens

 

Leave a Reply