The Rotfather na BGS!!

posted in: The Rotfather | 0

Que legal que foi essa participação na Brasil Game Show!

O G2E foi a BGS para apresentar o projeto The Rotfather, que é composto de vários produtos em diferentes mídias, onde cada um transmite um pouco mais de informação sobre o universo que criamos. Eu fui no primeiro grupo, pequeno, destacado para chegar antes e assim fazer a montagem do stand e participar do dia de imprensa. Os demais chegaram na sexta, dia 09/10, que já era aberto ao público em geral. Esse reforço foi muito importante, por que eram muitos visitantes passando por ali!

A nossa primeira impressão na hora de montar o stand foi meio ruim. Sabíamos que ele era pequeno, mas não tínhamos uma ideia clara de como as coisas iriam ficar montadas. Só ficamos mais tranquilos mesmo, quando o pessoal colou o adesivão na parede do fundo, e aí, olhando tudo e comparando com os demais, percebemos que estava meio que na mesma linha, e talvez até com uma certa personalidade própria, afinal usamos mesas de madeira, em vez do balcão padrão.

No dia seguinte, quando o evento abriu, foi que percebemos o impacto que aquela disposição de objetos teria até o fim da feira! Diferentemente da maioria das empresas ali, o nosso cubículo não tinha apenas uma telona com o jogo, mas um monte de produtos diferentes, de canecas, a bonecos, e é claro, card games. Isso chamava a atenção de quem passava pois despertava uma curiosidade diferente: quase todos chegavam perguntando “o que é tudo isso?” E em geral, a resposta deixava os visitantes mais interessados ainda!

No segundo dia, já aberto ao público, percebemos que cada pessoa se interessava mais por um produto diferente. Alguns ficavam fissurados nas ilustrações da HQ, outros queriam ler o livro, ou saber como os bonecos foram feitos, ou parar para assistir os trechos da animação haha e muitos queriam testar os jogos de cartas! Por iniciativa do César, e não minha na verdade, a gente começou a jogar os jogos com o público, sentados no chão mesmo, ao lado da fila para testar nosso jogo digital. Aí a coisa ficou incrível de vez haha!

Algumas pessoas, passaram horas e mais horas jogando o Intrigas e o Contrabando! Saíam e voltavam com amigos para jogar de novo! Alguns afirmaram que começaram a separar o final do dia só para ir lá jogar com a gente, e alguns chegaram a ir no dia seguinte só para ficar lá na jogatina! haha Muito muito legal! Aliás, um abraço pro Nicholas, Guilherme e Igor!

Como criador de jogos, você quer mesmo esse tipo de resposta, mas dificilmente é possível assistir uma coisa tão espontânea quanto essa! Eu sempre digo que é isso que mais me motiva, pois é mesmo uma sensação indescritível. Desde moleque, quando meus amigos vinham em casa pedir para jogar o boardgame do DBZ que eu tinha feito, ou passar horas nos de RPG Maker, até hoje, essa emoção não se minimiza! Dá vontade de produzir mais e melhor, para agradar mais ainda! Outra coisa muito importante, foi poder acompanhar as partidas, que serviram como uma bateria extensiva de testes, o que já me fez perceber umas três mudanças pontuais que podem deixar os jogos melhores.

E além de tudo isso, como se já não fosse o bastante, a experiência também rendeu muitos contatos legais com outras empresas, público, fãs (nunca imaginei que um dia teria fãs haha). Os cinco dias de viagem, me ajudaram a ficar mais próximo e conhecer melhor o próprio pessoal do G2E! Estamos muito empolgados com todo o retorno do público, com os feedbacks positivos e negativos, e cheios de planos para melhorar ainda mais nossos produtos! Vamos que vamos!

 

Leave a Reply